estudar para vencer

Sobre o Grupo de Pesquisa

O Grupo de Estudo e Pesquisa de Educação em Ciências em Espaços Não Formais -GEPECENF, esta vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Educação e Ensino de Ciências na Amazônia da Universidade do Estado do Amazonas-UEA, situado na Escola Normal Superior, Manaus-AM. Propõe-se a estudar e investigar temáticas em Educação e Ensin de Ciências no contexto amazônico com delimitação para as possibilidades do uso de Espaços não Formais; refletindo sobre o uso destes espaços e estudando suas relações com os ambientes educativos formais, por meio das discussões metodológicas educacionais numa realidade complexa da formação crítica do ser humano num contexto global, e problematizando essas temáticas por meio de produção de conhecimentos e materiais vinculadas as mesmas. Os Espaços não Formais são fontes de diversidade de conteúdos para a Educação em Ciências nas formas da Educação Formal, Informal e Não Formal, desta forma é importante conhecer estes espaços e estudar as possibilidades didáticas da integração destas formas de Educação. A região amazônica onde o grupo desenvolve suas atividades possui uma grande diversidade de ambientes para o Ensino de Ciências Naturais (Biologia, Química, Física, Geologia, entre outras ciências). Estes espaços fora da sala de aula conhecidos como Espaços Não Formais ocorrem em ambientes urbanos e rurais, como capital e no interior do Estado, e são foco permanente de estudo para os integrantes do grupo.

Líder do Grupo: Dr. Augusto Fachín Terán (fachinteran@yahoo.com.br)

 

LINHAS DE PESQUISA

Educação em Ciências em Espaços não Formais

Propõe-se a estudar e investigar temáticas no Ensino de Ciências no contexto amazônico com delimitação para as possibilidades do uso de Espaços não Formais; refletindo sobre o uso destes espaços e estudando suas relações com os ambientes educativos formais, por meio de discussões metodológicas educacionais numa realidade complexa da formação crítica do ser humano num contexto global.

Educação em Ciências e Divulgação Cientifica

Analisa os impactos da divulgação do conhecimento científico construído a partir dos espaços não formais, na condição de foco investigativo, dentre eles a mídia, os museus, as mostras de ciência e tecnologia, etc.

Educação em Saúde, Meio Ambiente e Ciências

Objetiva desenvolver pesquisas a partir de processos educacionais sobre educação para o meio ambiente, saúde e ciências, tomando como referencial, tanto o proposto em currículos, programas e projetos educacionais, quanto aos resultados decorrentes de suas aplicações, considerando como referências norteadoras as temáticas contemporâneas das ciências para efeito de proposição e adoção de medidas transformadoras do ensino.

Ensino de Ciências, suas Metodologias e Tecnologias

Esta linha objetiva o desenvolvimento de pesquisas sobre alternativas metodológicas e Tecnológicas, para a melhoria dos processos educacionais em Educação e Ensino de Ciências  em espaços educativos amazônicos.

 

COMO PARTICIPAR

Frequentando as reuniões mensais onde são apresentados:

-        As produções cientificas dos integrantes do grupo,

-        Estudo de temas sobre Educação e Ensino de Ciências;

-        Prévias de Exames de Qualificação e Dissertações;

-        Palestras

 

QUEM PODE PARTICIPAR

-        Alunos de Graduação, Pós-Graduação e Professores do Ensino Básico.

 

LIVROS PRODUZIDOS

O grupo já produziu 12 obras:  O uso de espaços não formais como estratégia para o ensino de ciências (2010); Elementos da Floresta: recursos didáticos para o ensino de ciências na área rural amazônica (2010); Novas perspectivas de ensino de ciências em espaços não formais Amazônicos (2013); Ensino de Ciências em Espaços Não Formais (2014); Ensino de ciências em espaços educativos: conservação dos recursos hídricos. (2013); Guia de Visitas a Espaços Não Formais Amazônicos (2014); O Potencial Pedagógico dos Espaços Não Formais da Cidade de Manaus (2014); O processo de aprendizagem das crianças por meio da música e elementos sonoros em espaços educativos (2015); Alfabetização ecológica em espaços educativos utilizando o tema da água (2015); Educação Científica Utilizando o Tema dos Quelônios Amazônicos (2015); Os espaços educativos e a alfabetização científica no ensino fundamental (2015); Temas sobre ensino de ciências em espaços não formais: avanços e perspectivas (2016).

 

 

ORIENTAÇÃO DE PROJETOS DE DISSERTAÇÃO EM ANDAMENTO

 

LINDALVA SÂMELA jACAÚNA DE OLIVEIRA. Mestranda: Formação de conceitos científicos utilizando o tema da reprodução dos quelônios em espaços educativos.

Início: 2018. Mestranda UEA – orientador: Augusto Fachín Terán.

FABRÍCIA SOUZA DA SILVA. Mestranda: Sensibilização ambiental na educação infantil usando o “peixe-boi” e os quelônios amazônicos.

Início: 2018. Mestranda UEA – orientador: Augusto Fachín Terán.

ANA PAULA MELO FONSECA. Mestranda: Articulando saberes no ensino de ciências usando o tema dos quelônios amazônicos em escolas ribeirinhas no Município de Parintins-AM. Início: 2017. Mestranda UEA – orientador: Augusto Fachín Terán.

GELCIMARA DE LIMA NOBRE. Mestranda: A percepção ambiental em duas turmas do sétimo ano do ensino fundamental usando os quelônios amazônicos. Início: 2017. Mestranda EA – orientador: Augusto Fachín Terán.

 

PROJETOS DE PESQUISA EM ANDAMENTO

 

EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS EM ESPAÇOS NÃO FORMAIS: abordagens científica e educacionais, utilizadas na práxis educativa. Inicio 2016. Dr. Augusto Fachín Terán.

ENSINO DE CIÊNCIAS EM ESPAÇOS EDUCATIVOS USANDO ELEMENTOS DA FAUNA AMAZÔNICA. Inicio 2018. Dr. Augusto Fachín Terán

 

Enderço do Grupo no Diretorio do CNPq: https://www.dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/4257306509267611

 

Publicações sobre Ensino de Ciências

ENSINO DE BIOLOGIA

   2011_Os Sons da Natureza motivando o Ensino de Biologia.PDF (230,7 kB) Os sons da natureza motivando o ensino de Biologia. Sounds of nature motivating the science teaching Rosa Suzana Batista Farias; Augusto Fachín Terán   2010_A...

ENSINO DE CIÊNCIAS

2018 O MÉTODO HIPOTÉTICO DEDUTIVO NO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA PROPOSTA PRÁTICA PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS NATURAIS NO TEMA TRANSPIRAÇÃO DAS PLANTAS Débora Regina Soares de Oliveira; Gelcimara de Lima Nobre; Lúcia Helena Soares de Oliveira; Cirlande Cabral da Silva   2018 A LUDICIDADE NO ENSINO...

ENSINO DE CIÊNCIAS: RESUMOS

2017_ÁGUA UM DIÁLOGO POSSÍVEL: UM ESTUDO COM CRIANÇAS RIBEIRINHAS NA COMUNIDADE DO PARANANEMA, PARINTINS-AMAZONAS Priscila Eduarda Dessimoni Morhy; Ana Paula Melo Fonseca; Lindalva Sâmela Jacaúna de Oliveira; Augusto Fachín Terán   2017_AULA DE CIÊNCIAS NATURAIS EM ESPAÇO NÃO FORMAL UTILIZANDO...

ENSINO DE CIÊNCIAS: RESUMOS EXPANDIDOS

2017 A INFRAESTRUTURA DO BOSQUE DA CIÊNCIA: possibilidades para o ensino de ciências Ana Paula Melo Fonseca; Andreza Rayane Holanda Reis; Augusto Fachín Terán   2016_A ação mediadora naeducação infantil_Uma experiência significativa com o mamífero "Ariranha" Pteronura brasiliensis Raimundo...

ENSINO DE FÍSICA

  2009_A Historia da Física contada em Videos de curta duração.pdf (75,7 kB) A história da física contada em vídeos de curta duração: TIC como organizador prévio no ensino de física na Amazônia. History of physic narrated in short videos: information and communication technology as...

ENSINO DE MATEMÁTICA

  2016 ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA: UMA VISÃO DO ESTADO DA ARTE Felipe da Costa Negrão; Priscila Eduarda Dessimoni Morhy; Alcides de Castro Amorim Neto; Augusto Fachín Terán   2016 REFLEXÕES ACERCA DOS OBSTÁCULOS EPISTEMOLÓGICOS PRESENTES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA REFLECTIONS...

ENSINO DE ZOOLOGIA

2016_Reflexao sobre o ensino de ciencias  a partir do estudo de ensino de zoologia com docentes escolares e universitarios em Manaus-Am. Saulo Cézar Seiffert Santos; Augusto Fachín Terán. Em: Augusto Fachín Terán; Saulo Cezar Seiffert Santos (Org.). Temas sobre ensino de ciências em espaços...

ENSINO EM SAÚDE

2018 PERCEPÇÃO DAS CONDIÇÕES DE TRABALHO DOS POLICIAIS MILITARES DE MANAUS – AM Ariana Lira Freire; Miriam Elenit Lima de Fachín; Jucimary Almeida de Nascimento;  Betina Horner Schlindwein Meirelles; Alessandra Cristina da Silva   2018 FATORES DE RISCO PARA DIABETES E HIPERTENSÃO EM...

ESPAÇOS NÃO FORMAIS DE MANAUS

2018 O POTENCIAL PEDAGÓGICO DO MUSEU DO SERINGAL VILA PARAÍSO PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS Fabrícia Souza da Silva; Sammya Danielle Florêncio dos Santos; Augusto Fachín Terán; Lindalva Sâmela Jacáuna de Oliveira   2018 A HISTÓRIA DE EXPLORAÇÃO DA "SERINGA" (HEVEA BRASILIENSIS) E O ENSINO DE...

ESPAÇOS NÃO FORMAIS E O ENSINO DE CIÊNCIAS

2018 A TRADIÇÃO DE PESQUISA SEGUNDO LAUDAN EM EDUCAÇÃO EM ESPAÇOS NÃO FORMAIS NUM EVENTO DE ENSINO DE CIÊNCIAS Saulo Cezar Seiffert Santos; Márcia Borin da Cunha   2017 O TEMA ÁGUA EM ESPAÇOS NÃO FORMAIS: POSSIBILIDADES DE APRENDIZAGEM EM CIÊNCIAS Priscila Eduarda Dessimoni Morhy; Augusto...

Pesquisar no site

Contato

Ensino de ciências

Novidades

07/01/2019 10:37

PUBLICAÇÕES DO GRUPO DE PESQUISA EM 2018

Prezados seguidores e leitores de nosso site, a continuação listamos as publicações de 2018, produto do trabalho feito pelos integrantes de nosso grupo de pesquisa e que se encontram disponibilizados em nossa página.   2018 O POTENCIAL PEDAGÓGICO DO MUSEU DO SERINGAL VILA PARAÍSO PARA O ENSINO...
18/12/2018 06:05

INTEGRANTES DO GEPECENF PARTICIPAM DE PALESTRA NO ECAM

Integrantes do Grupo de Estudo e Pesquisa Educação em Ciências em Espaços Não Formais (GEPECENF), da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), estiveram reunidos na noite do dia 17 de dezembro de 2018, em Manaus, no espaço de cidadania ambiental do Manauara Shopping (ECAM), em uma apresentação do...
14/10/2018 16:47

TRABALHOS APRESENTADOS NO VIII SECAM

A continuação apresentamos a lista dos trabalhos apresentados no VIII SECAM, realizado de 3 a 5 de outubro de 2018 em Manaus, AM, organizado pelo Programa de Pós-Graduação em Educação e Ensino de Ciências na Amazônia.   ARTIGOS ACEITOS   CORREDOR ECOLÓGICO DO MINDU COMO ESPAÇO PARA SE...
17/09/2018 13:56

8ª REUNIÃO MENSAL DO GEPECENF

O Grupo de Pesquisa em Ensino de Ciências e Espaços Não Formais realizou no dia 13 de setembro de 2018, sua 8ª Reunião mensal. O encontro coordenado pelas mestrandas Lindalva Sâmela e Fabrícia Silva, teve como pauta principal a palestra ministrada pela professora mestra Renata Gomes da Cunha...