estudar para vencer

Pesquisa mapeia o potencial pedagógico de espaços não formais em Manaus

11/04/2015 20:03

O Grupo de Pesquisa em Ensino de Ciências e Espaços Não Formais (GEPECENF) realizou na noite da quinta-feira, 9/4, sua segunda reunião anual. O encontro coordenado pelo professor doutor Augusto Fachín Terán, teve como pauta principal a palestra ministrada pela professora mestra Hiléia Monteiro Maciel intitulada “O Potencial Pedagógico dos Espaços Não Formais da Cidade de Manaus”.

O tema abordado por Hiléia Maciel é resultado de sua dissertação de mestrado que envolveu minuciosa pesquisa sobre dez dos mais conhecidos espaços não formais de Manaus. “A pesquisa teve como foco principal saber o potencial pedagógico desses espaços para o ensino de ciências”, explica.

A pesquisadora, que tem formação em biologia e é professora de ciências e biologia, relatou suas dificuldades iniciais, desde a escolha de um tema com o qual realmente se identificasse, até depois na obtenção dos dados para sua pesquisa.

Sobre essas angústias que permeiam o pesquisador, Fachín Terán pondera: “o importante é que o aluno aborde uma temática que goste, com a qual se identifique, porém sem mudar a linha de pesquisa”.

O trabalho inovador de Hiléia Maciel resultou em um livro que começa a ser divulgado.

A próxima reunião do GEPECENF está prevista para o próximo dia 7 de maio.

GEPECENF, por Marlúcia Seixas

Pesquisar no site

Contato

Ensino de ciências